Com o reforço de mais quatro profissionais, Rede Básica terá um total de 19 pediatras nas oito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município

2017-10-24 Coletiva Flavio Aquino (7).jpgPoá preparou a Rede Básica e já está realizando um trabalho de redirecionamento no atendimento pediátrico para assim oferecer um atendimento de qualidade à população. A medida foi confirmada na manhã de hoje (24) pelo vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá, durante coletiva de imprensa. O diretor da Secretaria de Saúde, Walter Guinger, também participou na atividade.

Segundo Marquinhos Indaiá, com o reforço de mais quatro profissionais, Rede Básica terá um total de 19 pediatras nas oito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. “Ou seja, não houve o fechamento do atendimento de Pediatria na cidade, e sim realizamos um redirecionamento de profissionais”.

De acordo com Walter Guinger, o redirecionamento foi necessário devido ao alto valor com pagamento de horas-extras que estava sendo registrado no Hospital Municipal Guido Guida. “A administração municipal contava com pediatras com contrato com prazo determinado de dois anos para atendimento no hospital. E estes contratos venceram e não podiam ser renovados. Como ficamos apenas com os profissionais concursados, vínhamos trabalhando com somente quatro pediatras, em sistema de escala de revezamento, atendendo em média cento e cinquenta pacientes por dia”.

Walter Guinger explicou que agora se chegar ao hospital um caso de urgência pediátrica, o clínico vai fazer o primeiro atendimento e vai determinar se este paciente deve ser internado na unidade de saúde, para posteriormente ser direcionado para um hospital da região com mais suporte. “Quando forem casos sem grande gravidade, os pacientes serão direcionados para Rede Básica, que deixamos preparada para atender a demanda. E as situações que forem de rotina, as pessoas serão orientadas a fazer o acompanhando na unidade de saúde mais próxima das suas residências”.

O secretário de Saúde, Marquinhos Indaiá, reforçou que a administração municipal tem buscado em diferentes órgãos apoio para manter o Hospital Guido Guida de portas abertas e o mesmo segue com o seu atendimento. “O Hospital Guido Guida conta com 24 leitos e atende, por ano, 150 mil pessoas, sendo que 35% deste público é de outras cidades da região como: Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Suzano e até de moradores do extremo leste da Capital. Ou seja, é uma unidade regional de extrema importância e esperamos sim um retorno positivo dos órgãos competentes para que a mesma continue realizando os atendimentos necessários”, concluiu.

Foto: Flávio Aquino