Nenhum caso foi registrado na cidade, no entanto é preciso reforçar os cuidados contra a doença segundo a prefeitura da cidade

2017-11-30 Vacina Febre Amarela Flavio Aquino (5)Acontece neste sábado (17), na Praça Santo Antônio, no centro, ação de reforço da Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela. O atendimento será das 9 às 16 horas. A Secretaria de Saúde Poá iniciou no dia 22 de novembro de 2017 a intensificação na imunização contra a doença e aproximadamente 67 mil pessoas já foram vacinadas. Nenhum caso foi registrado na cidade.

A secretaria de saúde informou que é preciso reforçar os cuidados contra a doença. “As pessoas poderão neste sábado comparecer a este posto de vacinação que será montado na Praça Santo Antônio e se imunizar. Podem tomar a dose munícipes a partir dos nove meses de idade, no entanto a vacina não é recomendada para pessoas que estão com baixa imunidade. Para quem esteve doente, depende de avaliação médica”.

A diretora técnica da Vigilância em Saúde de Poá, Fabiani Ferri, explicou que para se vacinar o munícipe precisará apresentar comprovante de endereço e documento de identificação. Ainda segundo ela, quem não puder comparecer este sábado à Praça Santo Antônio, poderá se imunizar de segunda a sexta-feira, a partir das 8 horas, na UBS Tito Fuga (Calmon Viana), UBS Vereador Farid Domingues – CSII (Centro), UBS Wellington Lopes (Jardim América) e UBS Dr. Cypriano Monaco (Nova Poá). “É muito importante não ter pânico. Não há desde 1942, febre amarela urbana, a febre amarela é silvestre e qualquer dúvida em relação à doença as pessoas podem entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica do município pelo telefone (11) 4639-9121”.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por vetores artrópodes, que possui dois ciclos epidemiológicos distintos de transmissão: silvestre e urbano. Reveste-se da maior importância epidemiológica por sua gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas por Aedes aegypti.

Fonte: Departamento de Comunicação de Poá / Foto: Flávio Aquino