Pedro Ferreira

Vereador Renatinho Se Ligue (PPS) faz alerta sobre equipamentos antifogo em escolas locaisA tragédia de Janaúba, no norte mineiro, onde um vigia noturno ateou fogo em uma creche matando nove crianças, uma professora e o próprio causador do incêndio em 5 de outubro deste ano, acende o sinal de alerta para a existência de equipamentos de prevenção, em Ferraz de Vasconcelos. A questão foi levantada pelo vereador Renato Ramos de Souza (PPS), o Renatinho Se Ligue, ao apresentar requerimento com essa finalidade na última sessão ordinária, na segunda-feira, dia 23.

No pedido, Renatinho Se Ligue questiona se escolas municipais possuem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) e, em caso positivo, o envio de cópia do documento. Além disso, na eventualidade, das unidades de ensino local estarem atendendo sem essa garantia de segurança, o vereador cobra o prazo para que todas as escolas municipais sejam regularizadas e autorizadas pelo Corpo de Bombeiros. A mesma exigência ele fez para os postos de saúde.

Renatinho Se Ligue também reivindica um posicionamento oficial a respeito do quadro abrangendo outros equipamentos públicos, assim como, da fiscalização de estabelecimentos comerciais. “No caso do Centro de Educação Infantil (CEI) Gente Inocente, em Minas Gerais, comprovou-se que a unidade não tinha extintor de incêndio, nenhum sistema antifogo e muito menos o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) para funcionar de maneira regular”, destaca.

Para ele, o fato é que pelo visto, a exemplo de Janaúba, infelizmente, Ferraz de Vasconcelos também pode estar vulnerável, isto é, sujeito a um risco iminente de acidente em todo e qualquer espaço público ou privado. O requerimento de Renatinho Se Ligue foi acompanhado de um adendo do vereador Claudio Roberto Squizato (PSB). Nele, o socialista indaga sobre o período de validade de extintores de incêndio e se estão sendo trocados de forma periódica conforme determina a lei.