Byanka Calabrez

O culto contou com a presença do prefeito Giancarlo Lopes da Silva (PR), o vice-prefeito e secretário de saúde Marcos Ribeiro da Costa (PDT) e os vereadores Saulo de Oliveira Souza (SD) e José Carlos Costa (PDT)

DSC_0344.JPG
O prefeito Giancarlo Lopes da Silva e o vice Marcos Ribeiro da Costa antes do momento de oração

Na noite de ontem do dia 27 de maço foi realizado um culto em Ação de Graças ao aniversário da cidade na igreja Betel, a celebração marcou o encerramento da programação oficial do aniversário de Poá. O início do culto foi marcado pelo versículo bíblico, citado pelo pastor Leandro Silva “Atos 2.42 – E perseveravam na doutrina dos apóstolos na comunhão, no partir do pão e nas orações”, para afirmar aos fiéis que o município precisa lutar orando pela melhora.

No decorrer, o pastor Juliano Caetano Socio que foi o preletor convidado da noite, pediu aos participantes do culto que orassem em prol da cidade.”É um tempo de benção de Deus, tempo de paz e prosperidade à cidade”, contou Juliano.

O pastor Augusto Jeremias Rocha, presidente do conselho de pastores de Poá contou sobre as dificuldades da pregação do evangelho e afirma que é Deus que está no controle e é preciso reforçar isso no aniversário do município. “A igreja celebra o culto em Ação de Graças ao aniversário de Poá todos os anos para lembrar que tem um Deus que está no controle de todas as coisas, nada acontece fora dos planos dele, o desafio é esse, estar junto aos planos de Deus”, disse o pastor Augusto.

DSC_0357.JPG
O prefeito Giancarlo Lopes da Silva e o vice Marcos Ribeiro da Costa foram abençoados pelos pastores

A celebração contou com a presença do prefeito Giancarlo Lopes da Silva (PR) que falou com a reportagem após o culto sobre a limitar do ISS, o município está sem receber a verba desde janeiro, e a limitar irá fazer com que o município receba novamente de maneira integral, isto é, a cidade continuará tendo R$130 milhões no ano referente ao ISS pago pelo banco Itaú, a decisão foi tomada pelo Ministro Alexandre Moraes. A prefeitura está apurando no setor jurídico se será retroativo aos meses que a cidade não recebeu, ou se irá receber novamente a partir da liminar. “A cidade ganhou a liminar de presente de aniversário, com isso, temos 3 prioridades que é a educação, saúde e segurança”, contou o prefeito.

O prefeito falou também sobre a educação e afirmou que o material deverá ser entregue até no máximo em dois meses para todos os alunos da rede municipal. Gian Lopes também afirmou que até no máximo em Julho o Hospital Guido Guida estará trabalhando com o Pronto Atendimento Infantil. “O nosso Pronto Atendimento Infantil terá capacidade de até 400 crianças por dia, e com um diferencial, vamos atender crianças de 0 à 14 anos, diferente dos outros municípios que atendem até 11 anos e 11 meses”, afirma.DSC_0468.JPG

Além do prefeito, o culto teve presença do vereador Saulo Souza (SD) que prezou pela liminar cedida pelo Ministro Alexandre Moraes e reafirmou. “Vamos aprimorar o atendimento para a saúde infantil e vamos melhorar a segurança, com mais câmeras de monitoramento na cidade para melhorar as condições de segurança da cidade, que está sofrendo muitos assaltos, homicídios. São duas pautas que precisamos dar atenção e com urgência, saúde no atendimento pediátrico e segurança”, disse o vereador. Contudo, Saulo ainda ressaltou a falta de oportunidade de emprego no município e tem um projeto em andamento.”Estamos com um projeto de programa de estágio para jovens de Ensino Médio, Técnico e Superior, o plano é gerar pelo menos 600 bolsas estágio para Poá”, contou Saulo.

DSC_0142
Hilda Ferreira Santos membra da igreja anfitriã em seu momento de adoração à Deus

O encerramento do culto foi marcado pela pastora Gigiana Brasil Ianez Massagli pedindo aos fiéis que orassem com fervor para a melhora da cidade, para que Deus ajudasse os nossos governantes nessa luta em recuperação à Poá. “Nossa cidade tem um déficit muito grande na saúde, na segurança, mas a responsabilidade não é só dos governantes, se a igreja se omitir do seu papel não tem o porque os governantes estarem lá, a igreja precisa se protestar orando, e os governantes precisam aprender a ouvir a voz de Deus e a voz da população, porque muitas vezes ele se omitem disso e não é correto”, afirma a pastora. O prefeito agradeceu a parceria da igreja e desejou que sempre faça parte da programação oficial da cidade.

O culto contou também com a presença de Adilson Santos, membro dos conselhos municipal de mobilidade urbana e turismo, diretor executivo da ABME-SP (Associação Brasileiras de Mídias) e repórter fotográfico, que reportou o culto e articulou para a realização do mesmo.